Egito bloqueia 21 sites de notícias no país

Na última semana, o Egito bloqueou 21 sites de notícias no país com a alegação de se tratarem de portais que disseminam notícias falsas ou promovem o terrorismo. Entre os sites, está o famoso portal Al Jazeera, que possui base no Qatar. De acordo com a agência de notícias britânica Reuters, Cairo acusa o Qatar de apoiar a Irmandade Muçulmana, que foi retirada do poder no Egito durante a Primavera Árabe.

Em meio à um governo ditatorial, ações como esta trazem mais preocupação à mídia local, que vê no bloqueio uma clara tentativa de censura. Jornalistas do portal egípcio Mada Masr passaram a publicar matérias no Facebook, que permanece acessível por ser um site estrangeiro. À agência Reuters, a editora-chefe do Mada Mars disse: “Nada justifica esse bloqueio mais do que uma intenção muito clara das autoridades em reprimir as mídias críticas de maneiras que ignoram a lei”.

De acordo com o jornal Egyptian Streets, após cinco dias da medida que baniu os 21 sites no país, alguns portais egípcios voltaram a funcionar, como o Mada Masr e Daily News Egypt. Entretanto, alguns usuários ainda relatam ter dificuldade em acessar os conteúdos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s