PROGRAMA

2º Semestre 2016

EMENTA

Ponto de vista epistêmico da complexidade e da compreensão no tratamento dos temas da mídia e do poder e de suas conexões. Antigas e novas formas de mídia e de poder. A era da informação e da comunicação. Mercado, globalização, consumo e o papel da informação e da comunicação. “Sobremodernidade” (Marc Augè) e “Modernidade líquida” (ZygmuntBauman). Escola de Frankfurt e a Indústria Cultural. Newsmaking, gatekeeping, agenda setting e espiral do silêncio na era digital. Publicidade. Marcas e corporações. Era da imagem e do espetáculo. Planeta em rede. Novas formas de cidadania e de participação. Comunicação e incomunicação, informação e desinformação, o império do visual e a perda da visão: os paradoxos da era da informação e da comunicação, ou da sociedade em rede. Antigas e novas teorias da comunicação. Comunicação, corpo e vida.

 OBJETIVOS GERAIS

  • Investigar e discutir condições e cenários contemporâneos gerados pelas tecnologias atuais de informação e de comunicação, com seus desdobramentos nas áreas da cultura e da sociedade.
  • Explicitar as características principais de um pensamento complexo e compreensivo (Morin, Kunsch) na abordagem dos fenômenos midiáticos e de poder.
  • Exercício de diferentes linguagens (ciência, filosofia, mito, poesia…) e cultivo de uma atitude inter-, multi-, trans- e indisciplinar na aproximação ao objeto de estudo da disciplina.
  • Estudar o tema do poder em sociedades em rede, com acento na mundialização das dinâmicas do mercado e do consumo.
  • Insistir na centralidade do sujeito, da pessoa e da vida no estudo desses processos e no interior da chamada “cultura da mídia”.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Situar o pós-graduando no contexto dessas mudanças, sob os pontos de vista do estudo, da pesquisa e da experiência de vida.
  • Exercitar a pesquisa acadêmica e o trabalho de equipe.
  • Incentivar o pós-graduando a prosseguir com os estudos em nível de mestrado, cultivando a ideia do trabalho no ensino superior como opção profissional.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Ponto de vista epistêmico no estudo de mídia e poder
  • Teoria da complexidade e da compreensão
  • Indústria cultural
  • Religião do mercado
  • Consumo,ergo sum
  • Cultura McWorld
  • Marcas e corporações
  • “Sobremodernidade” e “Modernidade líquida”
  • Liberdade de imprensa e liberdade de expressão
  • Newsmaking, agenda setting, espiral do silêncio…
  • Publicidade e responsabilidade ética planetária
  • Planeta em rede
  • Cultura da imagem e do espetáculo
  • Revolução digital, cidadania e democracia
  • Exercitar-se na compreensão como método

METODOLOGIA / ESTRATÉGIAS

Leituras semanais obrigatórias de textos em preparação às aulas.

Aulas expositivas, atividades conjuntas e debate.

Postagens no blog da disciplina.

Comentários aos posts do blog.

Apresentação individual e debate dos posts.

Equipes de pesquisa e trabalho: são 4 (quatro) equipes, cabendo a cada uma apresentar um seminário, de 60 (sessenta) minutos, sobre um filme ou livro específico:

Equipe 1 – Livro: Admirável mundo novo (Aldous Huxley, 1932).

Equipe 2 – Filme: Cidadão Kane (Orson Welles, 1941).

Equipe 3 – Livro: 1984 (George Orwell, 1948).

Equipe 4 – Filme: A montanha dos sete abutres (Billy Wilder, 1951).

Blog: análises, reflexões, comentários, imagens, links interessantes etc., vinculados aos temas da disciplina. Destaque para o tema do seminário de cada equipe.

  • Blog será visitado a cada aula durante o curso e constituirá objeto de avaliação, tanto da equipe quanto individual, no final do mesmo curso.
  • Atenção: máximo de 1.200 caracteres (com espaços) para cada post, incluindo título, assinatura e links.
  • Valorizar a escrita tanto quanto a edição e a revisão do texto.
  • Os posts devem conservar uma referência direta com os temas das aulas anteriores e com o tema do seminário de cada equipe.
  • Pelo menos três comentários, por aluno, aos posts do blog, semanalmente.
  • Pelo menos 12 posts por aluno (Aulas 3 a 14, de tal forma que, na décima quinta aula, o blog esteja fechado).
  • Pelo menos 36 comentários aos posts dos colegas (entre as aulas 4 e 15).
  • Avaliação geral do blog vale 2,0 (dois) pontos por equipe.
  • Posts individuais servirão como avaliação final da disciplina (4,0 pontos).
  • Data final para as postagens: 12/12/2016.

AVALIAÇÃO

  • Seminário da equipe: 4,0 (quatro) pontos
  • Blog da equipe: 2,0 (dois) pontos
  • Posts individuais (trabalho final: mínimo de 12 posts): 4,0 (quatro) pontos.

CALENDÁRIO DE AULAS / PROGRAMAÇÃO

AULA 1: 15/08 A mídia é…: contra a ideologia da técnica: “Homens é que sois, não máquinas” (C. Chaplin).

Apresentação dos participantes

História: Epicuro, o saber e o prazer.

Texto: Saudações de Epicuro.

Música-metáfora: Pink Floyd, The wall.

Atividade: Mídia é… (Marilena Chauí) – Leitura e debate.

Entrega e apresentação geral do programa.

AULA 2: 22/08 Explicação e compreensão: teoria da complexidade.

Texto: MORIN, Edgar. “Enfrentar as incertezas”. In: Os sete saberes necessários à educação do futuro…, p. 69-80.

História: Parábola budista.

Poema: Traduzir-se (Ferreira Gullar).

Filme (trecho) e debate: Mera coincidência (Barry Levinson, 2001).

Atividade: Divisão das equipes de trabalho.

AULA 3: 29/08 Modernidade, pós-modernidade: que tempo é o nosso tempo?

Texto: AUGÉ, Marc. “Sobremodernidade: do mundo tecnológico de hoje ao desafio essencial do amanhã”. In: MORAES, Dênis de (Org.). Sociedade midiatizada…, p. 99-117.

História: Las Meninas e o espírito moderno.

Música: Admirável gado novo (Zé Ramalho)

ATENÇÃO!!! PRIMEIROS POSTS DO BLOG PARA A PRÓXIMA AULA!

AULA 4: 05/09 Velhas e novas mídias: “Fim do monopólio da manipulação”?

Texto: COSTA, Caio Túlio de. “Por que a nova mídia é revolucionária”. Líbero 18, p. 19-30.

Filme: Microcosmos (trecho).

Poema: A verdade (Carlos Drummond de Andrade).

Blog: Apresentação dos primeiros posts.

Atividade: Primeira reunião de preparação do seminário.

AULA 5: 12/09  A metáfora da “modernidade líquida”: tudo que é sólido “se desmancha”?

Texto: BAUMAN, Zygmunt. “Ser leve e líquido”. In: Modernidade líquida…, p. 7-22.

História: Hipócrates e a arte médica.

Trabalho de equipe: Apresentação geral do blog (5 minutos por equipe).

AULA 6: 19/09 Consumo ergo sum: o mal-estar da sociedade dos consumidores.

Texto 1: BAUMAN, Zygmunt. “O segredo mais bem guardado da sociedade de consumidores”. In: Vida para consumo…, p. 7-35.

Texto 2: BACCEGA, Maria Aparecida. “Comunicação e consumo”. In: VVAA. Dicionário de comunicação: escolas, teorias e autores…, p. 53-65.

História: Diógenes e a procura do humano.

Filme (trecho): Alexandre (Oliver Stone, 2004).

Atividade: Segunda reunião de preparação do seminário.

AULA 7: 26/09 Liberdade de imprensa e liberdade de expressão: a quantas anda o “poder de mídia” no jogo T para T?

Texto 1: LEMOS, André. “Nova esfera conversacional”. In: VVAA. Esfera pública, redes e jornalismo. Rio de Janeiro: E-papers, 2009, p. 9-30.

Texto 2: LIMA, Venício A. As liberdades de expressão e da imprensa e a cultura do silêncio no Brasil. Entrevista a Renato Rovai. Communicare, vol. 15, 1º sem. 2015, p. 12-19.

Exercício sobre o tema da democratização da mídia no Brasil: 1 (um) post de cada equipe sobre o assunto para apresentação em sala de aula e debate.

AULA 8: 03/10 O poder das marcas e corporações na sociedade líquido-moderna

Texto 1: KLEIN, Naomi. “Marcas globais e poder corporativo”. In: MORAES, Dênis de (Org.). Por uma outra comunicação…, p. 41-56.

Texto 2: BARBER, Benjamin. “Cultura McWorld”. In: MORAES, Dênis de (Org.). Por uma outra comunicação…,p. 41-56.

Filme (trecho) e debate: O quarto poder (Costa-Gravas, 1997)..

AULA 9: 10/10 Publicidade: um “cadáver que nos sorri”?

Texto: TOSCANI, Oliviero. A publicidade é um cadáver que nos sorri…, p. 13-40.

Poesia: Eu, etiqueta (Carlos Drummond de Andrade).

História: Schopenhauer e a arte de ter sempre razão.

Trabalho de equipe: Primeira apresentação do tema do seminário (10 minutos por equipe): o autor/diretor e sua obra (informações gerais, contextualização) = Material deve estar no blog em forma de posts (imagens, inclusive).

AULA 10: 17/10 Agenda setting e espiral do silêncio na “Era das Redes de Comunicação” (?).

Texto: BARROS FILHO, Clóvis de e PRAÇA, Sérgio. “Agenda setting, newsmaking e espiral do silêncio”. In: VVAA. Dicionário de comunicação: escolas, teorias e autores…, p. 25-35.

Seminário Equipe 1: ADMIRÁVEL MUNDO NOVO.

AULA 11: 24/10 Mídia, imagem e espetáculo: somos “devorados por imagens”?

Texto 1: KELLNER, Douglas. “Cultura da mídia e triunfo do espetáculo”. In: MORAES, Dênis de (Org.). Sociedade midiatizada…, p. 119-147.

Texto 2: COELHO, Cláudio Novaes P. Introdução: em torno do conceito de sociedade do espetáculo. In. COELHO, C. N. P. e CASTRO, Valdir José (Orgs.). Comunicação e sociedade do espetáculo. São Paulo: Paulus, 2006, p. 13-30.

História: Platão e a alegoria da caverna.

SEMINÁRIO EQUIPE 2: CIDADÃO KANE.

AULA 12: 31/10 Planeta em rede, esfera pública, comunicação e incomunicação.

Texto 1: MARTINO, Luís Mauro Sá. Mídias digitais, espaço público e democracia. In: Teorias das mídias digitais: linguagens, ambientes e redes. Petrópolis: Vozes, 2014, p. 85-120.

Texto 2: MARTINO, Luís Mauro Sá. A crítica das práticas, uma trilha de 3.000 anos. In:Teorias das mídias digitais: linguagens, ambientes e redes. Petrópolis: Vozes, 2014, p. 253-270.

SEMINÁRIO EQUIPE 3: 1984.

AULA 13: 07/11 Conhecimento pertinente na “Era Mídia”

            Texto: MORIN, Edgar. “Os princípios do conhecimento pertinente”. In: Os sete saberes necessários à educação do futuro..., p. 35-46.

História:Nicolau de Cusa e a docta ignorantia.

SEMINÁRIO EQUIPE 4: A MONTANHA DOS SETE ABUTRES.

14/11: SEM AULA

AULA 14: 21/11 Cultura de massa, indústria cultural e outras escolas.

Texto 1: BORELLI, Sílvia e PEREIRA, Simone Luci. “Cultura de massa”. In: VVAA. Dicionário de comunicação: escolas, teorias e autores…, p. 101-110.

Texto2: MARTINO, Luís Mauro Sá. “Escola de Frankfurt”. In: Teoria da comunicação…, p. 46-62.

Roda de Conversa: os temas dos quatro seminários dialogando entre si.

AULA 15: 28/11 Viver sob o signo da compreensão, ou da compreensão como método.

Texto 1: MORIN, Edgar. “Ensinar a compreensão”. In: Os sete saberes necessários à educação do futuro..., p. 93-146.

Texto 2: KUNSCH, Dimas A. “A Escola de Atenas, o pensamento compreensivo e a comunicação”. Intercom 2015.

Avaliação final do blog (10 minutos por equipe).

Filme: O grande ditador (trecho).

Notas sobre o trabalho final e encerramento.

REFERÊNCIAS

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

CASTELLS, Manuel. A galáxia da Internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

CONTRERA, Malena Segura e HATTORI, Osvaldo Takaoki. (Orgs.). Publicidade e Cia. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003, p. 77-82.

COELHO, Cláudio Novaes P. e CASTRO, Valdir José. Comunicação e sociedade do espetáculo. São Paulo: Paulus, 2006.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

HUXLEY, Aldous. Admirável mundo novo. 2ª. edição, Rio de Janeiro; Globo, 2001.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia. Bauru, SP: Edusc, 2001.

KUNSCH, Dimas A. “Comprehendo, ergo sum: epistemologia complexo-compreensiva e reportagem jornalística”. Communicare5, n. 1, 1º semestre 2005, pp. 43-54.

KUNSCH, Dimas A. “Teoria guerreira da incomunicação: jornalismo, conhecimento e compreensão do mundo”. Líbero ano VIII, n° 15/16, 2005, pp. 22-31.

KUNSCH, Dimas A. “Os deuses voltam à cena: ciberespaço, razão e delírio”. In: MARQUES, Ângela e outros. Esfera pública, redes e jornalismo. Rio de Janeiro: E-papers, 2009, p. 32-47.

KUNSCH, Dimas A. “A Escola de Atenas, o pensamento compreensivo e a comunicação”. Intercom 2015.

LIMA, Venício A. As liberdades de expressão e da imprensa e a cultura do silêncio no Brasil. Entrevista a Renato Rovai. Communicare, vol. 15, 1º sem. 2015, p. 12-19.

MARQUES, Ângela, COSTA, Caio Túlio de, COELHO, Cláudio Novaes P., KÜNSCH, Dimas A. e outros. Esfera pública, redes e jornalismo. Rio de Janeiro: E-papers, 2009.

MARTINO, Luís Mauro Sá. Teoria da comunicação: ideias, conceitos e métodos. Petrópolis: Vozes, 2009.

MARTINO, Luís Mauro Sá. Teoria das mídias digitais: linguagens, ambientes e redes. Petrópolis: Vozes, 2014.

MORAES, Dênis de (Org.). Por uma outra comunicação. Rio de Janeiro: Record, 2004.

MORAES, Dênis de (Org.). Sociedade midiatizada. Rio de Janeiro: Mauad, 2006.

MORAES, Dênis de, RAMONET, Ignacio e SERRANO, Pascual. Mídia, poder e contrapoder: da concentração monopólica à democratização da informação. São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: Faperj, 2013.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2ª edição. São Paulo: Cortez, Brasília, DF: Unesco, 2011.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

ORWELL, George. 1984. 29ª. edição, São Paulo: Editora Nacional, 2003.

RAMONET, Ignacio. A tirania da comunicação. Petrópolis, Vozes, 1999.

TOSCANI, Oliviero. A publicidade é um cadáver que nos sorri. 2ª. edição, Rio de Janeiro: Ediouro, 1996.

VVAA. Dicionário de comunicação: escolas, teorias e autores. São Paulo: Contexto, 2014.

 

Anúncios

  1. Taciane Santos

    Olá Professor,

    Eu não estive na presente na segunda parte da aula passada e não peguei o texto “Ser leve e líquido”. In: Modernidade líquida…, p. 7-22. Seria possível me enviar por email para que eu possa ler para a aula de amanhã?

    Obrigada e Abs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s