Sheherazade, linchamento e agenda-setting

Por Carolina Klautau

Rachel Sheherazade é paraibana e jornalista do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). É âncora do SBT Brasil e uma das apresentadoras mais polêmicas do telejornalismo atual. No programa, Rachel Sheherazade possui espaço para comentar as notícias “mais importantes” do dia. Entre as polêmicas que ela causou ao longo do tempo como âncora do SBT, foi a da defesa da “justiça com as próprias mãos” pela população.

Foi em fevereiro que Rachel Sheherazade classificou como “legítima defesa coletiva” o ataque de um grupo que amarrou e cortou parte da orelha de um jovem suspeito de furto no Rio de Janeiro. Para a jornalista, a iniciativa foi compreensível devido à impotência do Estado e da insegurança que as pessoas vivem nas ruas.

Algum tempo depois da polêmica causada pela apresentadora, o Brasil começou a ver pessoas de várias cidades, fazendo justiça com as próprias mãos. Além do caso do jovem, outro ainda mais grave ocorreu: em maio de 2014, a página Guarujá Alerta, no Facebook, divulgou retrato-falado de uma suposta sequestradora de crianças. Um grupo viu uma semelhança entre a suspeita dos crimes e a dona de casa, Fabiane Maria de Jesus. Ela foi perseguida, amarrada, arrastada, agredida e não conseguiu sobreviver.

O curto espaço de tempo entre os comentários da jornalista e a reação do público, reforça uma teoria de Maxwell McCombs de 1970: a do agendamento. As opiniões de Sheherazade sobre a falência do Estado e a insegurança nas ruas foram amplamente divulgadas, apesar das críticas que a jornalista sofreu.

A teoria do agendamento faz-se muito presente até mesmo 40 anos após sua criação. Será que se não houvesse a ampla divulgação das opiniões da jornalista – ou mesmo se ela não as tivesse feito – aumentaria o número de justiceiros no Brasil? Porque há muito tempo a sociedade sabe da ineficácia do Estado e da insegurança das ruas, mas é muito difícil que tantos casos de justiça com as próprias mãos tenham ocorrido em tão pouco tempo no país uma outra vez.

http://noticias.terra.com.br/brasil/justiceiros/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s